Hannah Arendt – sobre a morte

O nascimento e a morte dos seres humanos não são simples ocorrências naturais, mas referem-se a um mundo no qual aparecem e do qual partem indivíduos singulares, entes únicos, impermutáveis e irrepetíveis.
Hannah Arendt, “The human condition”
Anúncios

Lucrecio – sobre o medo

lucrecioÉ preciso, antes de tudo, expulsar e destruir esse medo do Aqueronte [o rio dos Infernos] que, penetrando até o fundo de nosso ser, envenena a vida humana, colore todas as coisas do negror da morte e não deixa subsistir nenhum prazer límpido e puro.
Lucrecio, “Sobre a natureza das Coisas”