Heidegger – a interpretação do ente determina a essência da verdade

“Na metafísica se leva a termo a meditação sobre a essência do ente, bem como uma decisão sobre a essência da verdade. A metafísica fundamenta uma era desde o momento em que, por meio de uma determinada interpretação do ente e uma determinada concepção da verdade, procura para esta o fundamento da forma de sua essência. Este fundamento domina por completo todos os fenômenos que caracterizam a nomeada era e, por outro lado, quem saiba meditar pode reconhecer nestes fenômenos o fundamento metafísico. A meditação consiste no valor de converter a verdade de nossos próprios princípios e o espaço de nossas próprias metas naquilo que é mais digno de ser questionado.”

Heidegger, A Época das Imagens do Mundo (p.97)